Fazer uma gestão contábil correta é fundamental para que seu negócio não enfrente complicações com a Receita Federal. Você não quer ter problemas fiscais na sua empresa, não é mesmo? Para fugir desse transtorno, é imprescindível manter os dados em dia, emitir e recolher as notas fiscais, entre outros deveres que ajudam a evitar o recebimento de multas e penalidades.

Um empreendedor que pretende ser bem-sucedido deve ter em mente que o crescimento do negócio também está ligado ao cumprimento dos seus deveres fiscais. Afinal, os erros nessa área estão entre os principais motivos do baixo desempenho de um empreendimento, podendo até mesmo fechar suas portas devido às multas de valores altíssimos e difíceis de bancar. Quer manter sua empresa dentro da lei? Confira como isso pode ser feito!

Emita e recolha suas notas fiscais corretamente

Para não ter problemas fiscais, é necessário gerenciar tanto a emissão quanto o recebimento das notas fiscais, pois, se a Receita Federal fizer uma fiscalização e você não apresentar esses documentos, a empresa será multada. Não emitir a nota fiscal de uma transação comercial ou não arquivá-la é considerada uma falta grave pelo Fisco, o que acarreta sanções legais pesadas e multas altas. Você deve usar um sistema que facilite o recolhimento das notas fiscais e seu armazenamento de modo organizado.

Cuide da escrituração contábil e fiscal

Todos os registros fiscais e contábeis da sua empresa têm que ser escriturados nos livros de entradas, saídas, registro de controle diário, levantamento de estoque disponível e razonetes. Esses documentos são fundamentais para armazenar todas as operações e transações efetuadas pelo negócio, tais como:

  • pagamentos, recebimentos e transferências bancárias;

  • compra a venda de produtos, mercadorias, bens e insumos;

  • baixas de estoque e movimentações de mercadorias;

  • recolhimento de taxas e impostos.

Lembre-se que todas as informações citadas acima estão interligadas. Por isso, é importante que esses dados mantenham uma coerência entre si e não contenham divergências. Caso ocorra uma fiscalização, esses documentos serão apanhados para uma análise minuciosa e, se houver incoerência, a empresa será penalizada.

Esteja atento ao armazenamento das informações fiscais

Já pensou o que pode acontecer, se a Receita Federal chegar ao seu estabelecimento para uma eventual fiscalização e você simplesmente não sabe onde estão armazenadas as informações solicitadas? Com certeza, terá dores de cabeça por conta disso. Portanto, fique atento ao modo como o armazenamento dos dados fiscais será feito.

Todos os impostos acompanham uma guia de recolhimento própria e precisam ser pagos em dia. É por meio desses documentos que a organização pode comprovar que está cumprindo com suas obrigações tributárias. Esses dados devem ser armazenados de forma segura, durante o período determinado pelos órgãos fiscalizadores. Com a ajuda da tecnologia, você pode contar com ferramentas específicas para o armazenamento dessas informações e acessá-las sempre que houver necessidade.

Consulte um contador para evitar problemas fiscais

Ter dúvidas sobre como executar uma gestão fiscal é bastante comum, especialmente entre os empreendedores que estão começando seus negócios. Esse é seu caso? Para não ter problemas fiscais, o mais recomendado é contratar um contador de sua confiança não só para ajudá-lo com o planejamento financeiro, mas também para orientá-lo a como cumprir à risca seus deveres fiscais e desenvolver estratégias que impeçam sua empresa de cair em irregularidades que podem prejudicá-la no futuro.

Com esses cuidados cruciais, você não vai se deparar com problemas fiscais e poderá se dedicar inteiramente ao seu negócio, sem preocupações ou multas que o impeçam de abrir as portas.

Quer melhorar a gestão da sua empresa? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de tudo que você precisa saber para ser um empreendedor de sucesso!

Escrito por Oiana