O fluxo de caixa é uma tarefa essencial para a gestão financeira de qualquer negócio, sendo imprescindível para o seu sucesso no mercado. Ele deve ser utilizado pelos empreendedores para o acompanhamento de todas as transações financeiras da empresa, sendo calculado de forma simples, fazendo apenas a diferença entre todos os proventos e as despesas do negócio.

Pode-se dizer que o principal objetivo do fluxo de caixa é gerenciar todas as finanças da empresa. Essa ferramenta de controle financeiro permite que os empreendedores organizem e monitorem as contas, criando também uma base de dados que favoreça a administração do negócio e a tomada de decisões estratégicas.

Para ajudá-lo no processo de realização do fluxo de caixa da sua empresa, separamos neste post as melhores estratégias que não podem ficar de fora. Confira!

Defina o período de controle

Antes que se inicie a realização propriamente dita do fluxo de caixa, é preciso que os empreendedores estipulem qual será o período de controle. O monitoramento pode ser feito diariamente, semanalmente, quinzenalmente ou mensalmente, devendo ser realizado de acordo com a demanda da empresa.

Todas as periodicidades podem apresentar resultados favoráveis e assegurar o domínio sobre as contas do negócio. Basta somente que os empresários estudem e definam qual é o período de acordo com a quantidade de transações realizadas.

Registre o fluxo de caixa

É muito importante que os empreendedores registrem todas as transações financeiras realizadas pela empresa — independente do seu valor. Todos os proventos e contas a pagar devem ser devidamente apontadas, garantindo que se tenha total domínio sobre as finanças.

Somente registrando as movimentações será possível acompanhar todos os gastos e ter conhecimento dos motivos de cada saída do caixa. Além disso, com essas informações, consegue-se encontrar pontos em que a empresa pode economizar ou até mesmo gastos que podem ser cortados.

Conheça as despesas fixas

Para manter a empresa em operação e assegurar os lucros, os empreendedores precisam saber quais são os gastos necessários para que o negócio permaneça ativo no mercado. Essa informação é crucial para o monitoramento do fluxo de caixa e principalmente para o planejamento da empresa, tanto em curto quanto em longo prazo.

É importante que os empreendedores lembrem-se que as despesas fixas representam o faturamento mínimo necessário para que a empresa se mantenha em operação. Esses gastos devem ser considerados em conjunto com todos as transações financeiras registradas para realizar o fluxo de caixa de maneira eficaz.

Utilize softwares específicos

Uma dica muito importante para os empresários que desejam controlar o fluxo de caixa do negócio é utilizar um sistema financeiro para gerenciamento da empresa. Por meio de softwares específicos é possível gerenciar todas as contas do negócio, evitar que erros aconteçam e aumentar a confiabilidade dos dados.

Outro grande benefício do uso de softwares é o fato de reduzirem os processos manuais e a necessidade de planilhas. Isso garante que os processos e tarefas sejam realizados de forma mais rápida e otimizada.

Aprendeu como fazer um fluxo de caixa de forma simples e funcional? Agora não deixe de assinar a nossa newsletter e fique por dentro das melhores dicas para o seu negócio!

Disponibilizamos uma planilha gratuitamente para controlar os seus recebimentos e pagamentos. Clique aqui para acessar!

Escrito por Oiana