4-erros-de-planejamento-financeiro-que-voce-precisa-evitar.jpeg

Qualquer empreendedor se assusta diante dos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a instituição, de cada 10 empresas criadas no nosso país, apenas 4 continuam funcionando após 5 anos de existência. O motivo é muito simples: a maioria dos especialistas acredita que falta profissionalismo na gestão nacional, principalmente quando estamos falando do campo financeiro.

Sim, é preciso levar o assunto a sério para que o seu negócio não engrosse essas tristes estatísticas e, para ajudá-lo nessa tarefa, resolvemos trazer os 4 principais erros de planejamento financeiro que devem ser evitados a qualquer custo. Confira a seguir!

1. Misturar o capital pessoal com o empresarial

Esse é um dos maiores erros cometidos por gestores de pequenas e médias empresas. Basicamente, eles acabam usando o negócio como um verdadeiro caixa eletrônico, extraindo recursos sempre que precisam concluir algum plano pessoal. Em outros casos, o gestor tira dinheiro do próprio bolso para arcar com despesas da empresa.

A situação é péssima, pois pode levar a uma série de problemas, a começar pela dificuldade de avaliar o efetivo retorno do negócio. Desse jeito, não é possível dizer se ele é sustentável ou não, além de que as sangrias constantes prejudicam o caixa. Outro grande motivo para evitar a prática é o Fisco, que pode interpretá-la como evasão fiscal.

2. Ignorar a análise do ambiente interno e externo

Um dos erros de planejamento financeiro mais comuns é a falta de uma avaliação a respeito do ambiente interno e externo. Muitos deixam de fazer um acompanhamento constante dos fluxos de caixa, e acabam perdendo a oportunidade de realizar projeções financeiras com base no histórico da organização.

Outros deixam de avaliar os índices econômicos e pesquisas de instituições renomadas, o que leva ao total desconhecimento da movimentação do mercado. É muito importante estudar tanto o ambiente interno, quanto o externo para traçar metas e planos de ação eficazes.

3. Realizar processos manuais em excesso

Certamente os processos manuais podem apresentar uma série de problemas para a empresa, incluindo o campo financeiro. Isso porque eles estão mais suscetíveis aos erros, o que pode gerar desperdícios e retrabalho. Além disso, eles são mais lentos, o que compromete completamente a eficiência do negócio.

É muito importante introduzir a tecnologia na rotina da organização. São muitos softwares e sistemas internos que podem ajudá-lo com todas as tarefas, desde o inventário de estoques, até o planejamento tributário.

4. Deixar de fazer o planejamento financeiro

Por fim, o principal dos erros de planejamento financeiro é justamente a negligência em relação a sua execução. Muitos gestores sequer traçam metas e planos de ação para melhorarem a situação das suas empresas, e o resultado, evidentemente, são as dívidas.

Durante o planejamento, é fundamental fazer uma análise do ambiente interno e externo, além de utilizar a tecnologia, afinal, precisamos coletar informações para tomar decisões rapidamente. Assim, você mantém a empresa nos eixos e garante um norte para seguir!

Gostou do nosso post sobre os erros de planejamento financeiro? Então que tal assinar a nossa newsletter e ficar por dentro de muito mais?

Escrito por Oiana